30/11/2018

Prefeitura de Felipe Guerra oferta DIU às mulheres do município


A Prefeitura de Felipe Guerra, por meio da Secretaria de Saúde, oferta às mulheres do município a colocação do DIU (dispositivo intrauterino), método contraceptivo.

O ministério da saúde enviou 30 unidades ao município. Esta ação faz parte do planejamento familiar que é um conjunto de ações que auxiliam os casais. O município disponibiliza em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) métodos contraceptivos. O profissional de saúde orienta e junto ao casal decide o melhor método.

Para receber o DIU a usuária da zona urbana deverá procurar a enfermeira da atenção básica Andreza Jácome na UBS. Já as moradoras de áreas rurais podem solicitar com a enfermeira Luiza Costa.

“Entre tantos os compromissos assumidos pela gestão do prefeito Haroldo Ferreira, oferecer aos felipenses uma saúde com dignidade é nossa prioridade. Estamos trabalhando diariamente para garantir atendimento de qualidade a todos. Ao buscar junto ao ministério da saúde e disponibilizar o DIU para as mulheres felipenses, estamos reafirma o compromisso em cuidar do nosso povo. A inserção do DIU fortalece ainda mais o planejamento familiar do município”, destaca a secretária de Saúde, Girlene Ferreira.

O que é o DIU?

A sigla DIU significa dispositivo intrauterino e se refere ao método contraceptivo em que uma pequena haste em forma de “T” é colocada dentro do útero. Esta pequena haste fica por um tempo dentro do útero (que varia de 5 a 10 anos) e libera substâncias que tornam o útero um local hostil para o espermatozoide, impedindo que ele fecunde o óvulo. 

Informações: Governo Municipal.

23/11/2018

Vereadores Max Morais e Jânio Barra que se intitulam defensores das crianças e adolescentes de Felipe Guerra não compareceram a II Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente


Os vereadores Max Morais (PTB) e Jânio Barra (PP) que na ultima terça-feira usaram sua fala, na seção ordinária da Câmara Municipal, para regurgitar uma falsa denuncia sobre merenda escolar, dizendo eles, serem defensores das crianças e adolescentes de Felipe Guerra não compareceram a II Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.

Vereador Max Morais (PTB)

Vereador Jânio Barra (PP)

O Prefeito de Felipe Guerra, Haroldo Ferreira (PSB), acompanhado de secretários compareceu, do inicio ao fim argumentou sobre os assuntos pertinentes, propôs mudanças e soluções para os problemas que assolam as crianças e adolescentes do município. 

Prefeito de Felipe Guerra, Haroldo Ferreira (PSB)

A ausência dos vereadores foi sentida e registrada no evento, bem como a ausência do Conselho Tutelar. Esse evento foi amplamente divulgado nas redes sociais e convites foram enviados, mesmo assim não houve o comparecimento deste que dizem  salvaguardar os direitos das crianças e dos adolescentes de Felipe Guerra.


A II Conferência Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes é uma realização do COMDICA - Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes de Felipe Guerra, e tem apoio da Prefeitura Municipal de Felipe Guerra, através da Secretaria de Assistência Social.

O evento deste ano teve o objetivo de debater "Proteção integral, diversidade e enfrentamento à violência". Puderam participar representantes de órgãos públicos, da sociedade civil, do Poder Judiciário, de movimentos sociais, de ONGs, dos conselheiros tutelares, vereadores, professores ou alunos de instituições de ensino superior e outras pessoas da comunidade. A conferência aconteceu no Auditório do COMDICA às 16 horas da última quinta-feira (22).

Essa foi uma ótima oportunidade que os vereadores tiveram para opinar, participar, propor e sair das redes sociais, as reações têm que ser verdadeiras e era à hora de compartilhar idéias e pontos de vista, mas infelizmente não compareceram. Ainda dá tempo senhores vereadores de sair do comodismo e provarem que realmente gostam de Felipe Guerra, deixando a politicagem de lado, deixando de fazer parte da turminha do contra e realmente participando e propondo soluções que nossa sociedade tanto precisa.

Fotos de reprodução

21/11/2018

Deu ruim: Vereador Max Morais (PTB) usa tribuna da câmara para fazer falsa denúncia sobre merenda escolar



Na noite da última terça-feira (20), durante a reunião ordinária da Câmara Municipal de Felipe Guerra, o vereador Max Morais (PTB) apresentou uma denúncia de que estaria sendo utilizado legumes podres na merenda da Escola Maria Bernadete Pinto e de que a merenda servida é de má qualidade.

Segundo Max Morais, o pregão foi feito recente, estamos em Novembro e o que dá para observa que a empresa vencedora e a própria prefeitura não está cumprindo com as suas obrigações conforme foi acordado, um absurdo incrementar na merenda dos alunos itens estragados. Disse o vereador na tribuna da câmara.

Confira vídeo onde o vereador faz a falsa denúncia


Na manhã desta quarta-feira, no intuito de saber a verdade sobre o que realmente aconteceu, o titular deste blog realizou uma visita na secretaria municipal de educação, ao chegar lá, encontrou a Secretária Municipal de Educação, Maria das Neves (Nevinha), muito indignada com essa denúncia que ela classificou como sendo mentirosa, leviana e de cunho politiqueira.

A Secretária ainda reforçou a importância de uma merenda escolar de qualidade e salienta ser este um ponto que tem atenção especial entre os profissionais da educação do município. “Oferecer uma merenda escolar de qualidade é primordial para o aprendizado de nossas crianças e todos os profissionais ligados no preparo dos alimentos sabem disso, o que resulta na satisfação e no bom resultado escolar que temos tido no decorrer dos anos”. Destacou Maria das Neves.

Ao sair da Secretaria Municipal de Educação, vou até a escola em questão, onde encontro com alguns pais que foram unânimes em dizer que seus filhos tem duas merendas por turno e que a merenda é preparada com total higiene e é de boa qualidade.

Não satisfeito, convido Marcio Costa (blog Oeste Agora), Edivaldo Barbosa (blog Santana Noticias), Thiago Gama (blog Foco Noticia), Ivete Barra (Presidente do Conselho Municipal da Merenda), para juntos irmos na tarde de hoje, na escola para averiguar a situação da merenda, uma vez que já havia passado por lá no período da manhã, não imaginariam que eu voltaria a tarde.

Por volta das 14 horas quando retornei a escola apenas o blogueiro Marcio Costa (blog Oeste Agora) e Ivete Barra (Presidente do Conselho Municipal da Merenda), puderam comparecer, porém encontrava-se na escola os conselheiros tutelares Mazinho e Maspoly, que também estavam averiguando a denúncia.

Fomos Recebidos pela vice-diretora, Rosicleia, que nos levou em todas as instalações da escola, onde observamos tudo, conversamos com funcionários e este em resumo fizeram o seguinte relato:

A escola Maria Bernadete Pinto recebe frutas, verduras e legumes de ótima qualidade costumeiramente nas quintas feiras, o que ocorreu foi que na quinta-feira (15) foi feriado, na sexta-feira ponto facultativo, sábado e domingo não funciona, com isso 03 cenouras, 01 batatinha e 02 pimentões estragaram. Na segunda-feira com o retorno das atividades esses poucos itens que estragaram foram colocados dentro de uma bacia, junto com as cascas das verduras que foram descascara para consumo, pra em seguida serem descartados (jogados no lixo). Uma funcionaria oposicionista, usando de má fé, não respeitando o trabalho das colegas, tirou fotos da bacia com os itens que iriam pro descarte e enviou tais fotos para o vereador Max Morais.

Assim sendo constatamos se tratar de uma denúncia falsa, infundada, com único objetivo de denegrir a imagem da administração, uma vez que o vereador não se deu ao trabalho de cumprir sua função fiscalizadora, visitando a escola, antes de denunciar uma situação que não procede.

Em contato com o prefeito, Haroldo Ferreira, ele disse que o Executivo Municipal faz questão de dar atenção a estes itens garantindo os recursos necessários para a manutenção da qualidade da alimentação das crianças atendidas pela rede municipal de educação, com relação à denúncia, disse estar tranquilo e que a verdade sempre aparece.

Confira Fotos e Videos:



















 Fotos e Videos: Marcio Costa (blog Oeste Agora) 

Novo edital do Mais Médicos oferta uma vagas do programa na cidade de Felipe Guerra/RN


O novo edital do programa Mais Médicos publicado na última terça-feira, 20, no Diário Oficial da União (DOU) mantém uma vaga destinada a Felipe Guerra. Em todo o país, o Ministério da Saúde ofertará 8.517 vagas para atuação em 2.824 municípios e 34 áreas indígenas, as vagas abertas para substituir médicos cubanos, que começaram a deixar os municípios na semana passada, são para profissionais brasileiros e estrangeiros que tenham registro no CRM do Brasil.

A publicação do novo edital faz parte de uma medida emergencial do governo brasileiro após o anúncio da saída de Cuba do programa, na semana passada. As inscrições começam nesta quarta-feira (21) e seguem até o domingo (25).

Confira detalhes do edital:

Serão 8.517 vagas, sendo 139 no Rio Grande do Norte;

O salário é de R$ 11.800,00.

No primeiro edital, todas as vagas serão ofertadas aos médicos (brasileiros e estrangeiros) com registro no CRM do Brasil;

As inscrições estarão abertas a partir das 8h de 21 de novembro até as 23h59 de 25 de novembro, e deverão ser feitas pelo site maismedicos.gov.br;

No edital, é possível ver o número de vagas por município;
No ato de inscrição, o profissional escolherá o município disponível para a atuação;

Os médicos devem iniciar as atividades nos municípios a partir de 3 de dezembro; a data-limite é 7 de dezembro;

Se houver vagas remanescentes, um segundo edital será lançado em 27 de novembro com vagas para brasileiros formados no exterior e estrangeiros.



Para atuar no Mais Médicos, os profissionais sem CRM não precisarão fazer o Revalida. Eles poderão fazer o Revalida caso queiram exercer atividade também fora do programa.

O sistema de seleção, que estará disponível a partir de quarta-feira (21) no site do programa, vai informar o número de vagas por município, e fica com a vaga o profissional que se inscrever primeiro.

“Se você tem cinco vagas, os cinco primeiros ocuparão essas vagas e não ficará mais disponível a vaga para o seu município. Então, haverá, sim, o limitador da vaga existente e aí nós faremos isso, e o médico, na hora dele acessar, ele só vai poder acessar aonde tiver vaga ainda disponível”, disse o ministro da Saúde, Gilberto Occhi. 

Foto de reprodução

16/11/2018

Título de 'Cidadão Felipense' gera polêmica na Cidade


Prefeito de Apodi, Alan Silveira e Carlos Suelington Nogueira foram alguns dos indicados. Para moradores de Felipe Guerra, homenagens são injustificadas.

Uma das principais honrarias do Poder Legislativo de Felipe Guerra é a entrega do Título de Cidadão Felipense. O critério para conceder a homenagem é a relevância dos serviços prestados a cidade. População diverge sobre a concessão. Alguns entendem que houve banalização do título.

Pelo regimento interno da Câmara Municipal de Felipe Guerra, cada vereador pode fazer até duas solicitações de títulos de cidadania por ano. A entrega da honraria é votada em plenário. Cidadãos criticam a postura tomada por alguns vereadores, já que algumas pessoas que recebem o título não tem nenhuma vinculação com a cidade e nem sequer prestaram serviços a comunidade.

De acordo com o locutor Marcio Costa, que se posicionou através do seu Facebook e em vários grupos de Whatsapp, não há mais respeito para a entrega de títulos de cidadania. Segundo ele para ser agraciado com o titulo, é bom ser amigo de um vereador ou ter algo como riquezas para servir de troca em pleitos municipais.

Já para Jeickson Duarte, outro cidadão inconformado com algumas concessões de títulos esdrúxulas, disse: “A concessão do título honorário de “Cidadão” de um Município pela Câmara de Vereadores, deve ser bem analisada, estudada e explicada com detalhes, não só aos pares (Vereadores), mas à sociedade local como um todo. Quando a Câmara Municipal outorga um título de cidadania honorária, ela está equiparando o homenageado a uma pessoa nascida no Município, e distinguindo-a com especial destaque no cenário sócio-cultural-administrativo e até religioso da comunidade”. Explicou Jeickson Duarte em sua pagina do Facebook.

Dentre os que receberam o título de Cidadão Felipense na noite de ontem e causou discussão principalmente nas redes sociais, foi o prefeito Alan Silveira, da vizinha cidade Apodi. Muitos internautas ironizaram a honraria entregue a ele, pelo fato do Prefeito Alan Silveira recentemente ter negado ajuda ao município de Felipe Guerra, quando no período da cheia do rio Apodi-Mossoró, Felipe Guerra ficou sem ter onde descartar o seu lixo.

Entenda a questão:

O município de Felipe Guerra faz fronteira com Apodi, por este motivo Felipe Guerra sempre desenvolveu uma política de boa vizinhança, emprestando maquinas, ambulância, cortando terras e colocando carro pipa em comunidades que fazem parte do Apodi.

Pois é, quando Felipe Guerra precisou da reciprocidade, foi negada. 

No período chuvoso do inicio deste ano, a cheia rio Apodi-Mossoró bloqueou o acesso a área onde o município de Felipe Guerra realiza o descarte do lixo coletado na cidade. Pelo fato de Felipe Guerra sempre ter realizado uma política de boa vizinhança com Apodi, foi solicitado apoio no sentido de colocar o lixo de Felipe Guerra na área de descarte do Apodi, até as águas baixarem e desbloquearem o acesso a área de descarte utilizada por Felipe Guerra, o que de pronto foi negado pelo prefeito de Apodi, Alan Silveira.

Por este motivo os felipenses quase que unanimes acreditam que o Prefeito de Apodi, Alan Silveira não é merecedor do titulo de Cidadão Felipense.

Mesmo com toda polêmica e boicote da população em não comparecer a Câmara de Vereadores para prestigiar a entrega da honraria, os títulos de Cidadãos Felipenses foram entregues ontem (15/11), às 19 horas.  

Confira lista dos homenageados com os respectivos vereadores que os indicaram.

José Wilson Ferreira – Indicação Ver. Francisco Canindé de Menezes (Chicão).

Renato da Silva Oliveira (Dr. Renato delegado) – Indicação Ver. Francisco Canindé de Menezes (Chicão).

Rafael Huete da Mota (Dep. Rafael Mota) – Indicação Ver. Djalma Laurindo da Silva Junior.

Francisco Xavier de Oliveira (Chico pedreiro) – Indicação Ver. Djalma Laurindo da Silva Junior.

Francisco Eliberto Florêncio (Prof. de ed. física) – Indicação Ver. Marcos Aurélio Alves de Morais.

Ana Maria Maia Lima (Professora) – Indicação Ver. Marcos Aurélio Alves de Morais.

Romerito Soares do Carmo (Médico) – Indicação Ver. Pedro Alves Cabral Neto.

Renato Lúcio Martins (Dentista) – Indicação Ver. Pedro Alves Cabral Neto.

José Pedro Neto – Indicação Ver. Jânio Nilson Silveira Barra (Jânio Barra).

Carlos Suelington Nogueira Marinho – Indicação Ver. Jânio Nilson Silveira Barra (Jânio Barra).

Jhonattan Jheferson Morais Jácome (Jotinha do Apodi) – Indicação Ver. Max Iran de Morais (Brechinha).

Thiago Carlos Gonçalves Rêgo – Indicação Ver. Max Iran de Morais (Brechinha).

Francisco Júnior Eufrázio (Júnior da sorveteria) – Indicação Ver. Ronaldo Luciano da Costa.

Raimundo José Barros de Queiroz (Pastor Raimundo)– Indicação Ver. Ronaldo Luciano da Costa.

Lidiano Bezerra da Nóbrega – Indicação Ver. Francisco Ubiracy Feitosa Pascoal.

Alan Jefferson da Silveira Pinto (Prefeito de Apodi) – Indicação Ver. Genilson Santana de Nogueira.

Lino Ademar da Silva Praxedes – Indicação Ver. Francisco Ubiracy Feitosa Pascoal e Ver. Genilson Santana de Nogueira.

Luiz César de Oliveira – Indicação Ver. Francisco Ubiracy Feitosa Pascoal e Ver. Genilson Santana de Nogueira.

Confira alguns dos muitos comentários:













Confira fotos: 

















 





Fotos: Edivaldo Barbosa/Santana Noticias

Curta nossa página

Leitores agora

Total de visitas

Mais lidas da semana