23/02/2019

Felipe Guerra-RN, presente na primeira reunião de trabalho do polo serrano 2019


A Prefeitura Municipal de Felipe Guerra , investe na divulgação e preparação do município para receber o Turista ou visitante , prova disso é a participação no Polo Turístico Serrano , onde são realizadas reuniões e oficinas para discutirem as prioridades de investimento por parte do Governo Estadual e Federal .

A primeira reunião dos Conselhos Regionais de Turismo do Rio Grande do Norte aconteceu  no último dia 19 de fevereiro com o Polo Serrano, no município de Serrinha dos Pintos / RN, onde a Prefeita Rosânia  Teixeira recepcionou as autoridades e convidados na sede da prefeitura municipal. As reuniões que começaram no dia 19 seguirão até o fim do mês, contemplando os cinco polos do estado.

Na pauta debatida, foi apresentada a portaria do Ministério do Turismo, que trata sobre o remapeamento turístico e traz as novas regras para os municípios que desejarem compor o Mapa do Turismo; também foi apresentado o funcionamento do Cadastur;

Estiveram presentes representantes de vários municípios que compõem o Polo Serrano , onde destacamos ; Felipe Guerra , Venha Ver , Marcelino Vieira , Frutuoso Gomes , Lucrécia , Serrinha dos Pintos ( Anfitriã ) dentre outros .

Felipe Guerra é parte importante do Polo Serrano ( Rota das Cavernas ) a cidade tem uma enorme concentração de cavidades naturais, a maior do Rio Grande do Norte. Já foram descobertas mais de 80 cavernas no município , onde está localizada uma das maiores cavernas do Nordeste do Brasil, a Caverna do Trapiá, com 2.250 metros de extensão .

O Turismo é a atividade do setor terciário que mais cresce no Brasil e no mundo .

A participação de Felipe Guerra no Polo Serrano mostra o compromisso do Gestor municipal ( Felipe Guerra  ) com a divulgação e melhoramento dos produtos turísticos da cidade . 

Confira fotos:

Reunião do Polo Serrano

Luiz Agnaldo, Sec. de Turismo de Felipe Guerra



Suélliton Tavares (Sec. de Obras e Infraestrutura de Felipe Guerra), Fany Carlos (SEPARN) e Thalles Fernandes (Prefeito de Major Sales)


Representantes do Município de Felipe Guerra


Fotos e Informações: Rota Turismo-RN

21/02/2019

Presidente do Inep anuncia comitê de censura do Enem e volta a espancar a Inculta & Bela. Em seu caso, só inculta

O olavete Ricardo Vélez Rodriguez dá posse a Marcus Vinicius Rodrigues, o censor e espancador da língua portuguesa

Leio na Folha que o governo de Jair Bolsonaro vai criar uma comissão para passar um pente fino no Enem à caça de questões que digam respeito à ideologia de gênero ou que façam uma abordagem crítica do golpe de 1964. E se for uma abordagem favorável? Aí pode? Aquilo que deveria ser motivo de debate na sociedade — em havendo o adernamento ideológico; e já houve, sim — ganha características de comissão policial.


Bem, é claro que não serão apenas os dois temas a chamar a atenção do comitê de censura que se quer criar. Entendi. Proselitismo em prova oficial é ruim se for de esquerda. Se estiver alinhado com os novos çábios que cuidam da área, aí se trata apenas de zelo.

“Ah, mas você já denunciou muitas vezes a conversa mole esquerdopata em provas oficiais”. Sim. E não me arrependo. Mas não o fiz em favor de “direitopatas”

O presidente do Inep, Marcus Vinicius Rodrigues, disse que a comissão vai buscar neutralidade das questões da prova. É aquele senhor que não consegue ser neutro nem nos plurais. Na posse, falou “cidadões” duas vezes.,

Na Folha, leio as seguintes declarações:
“Quando a gente fala em gênero, acho que não cabe a escola tratar disso. Cabe à família tratar disso. Eu não teria como sugerir uma questão que são de assuntos familiares”.

Hein? “Uma questão que são de assuntos familiares”?

Quem língua fala esse cara?

E mais adiante:
“Eu posso fazer uma medição, uma boa redação, para atestar se o aluno tem ou não condições de seguir na vida profissional sem buscar um tema que venha a agredir ou não estar de acordo com alguns valores”.

Quais valores?

Valores de quem?

Será que Vinícius se deu conta de que a sua gramática não lhe dá condições de “seguir na vida profissional” como presidente do Inep?

A Escolinha do Professor Olavo Raimundo é a maior fábrica de boçalidades do país.

Não deixa de ser um programa de humor. Mas não tem graça

Reinaldo Azevedo
Jornalista e Comentarista da Rede TV News

Aquele laranjal que resultou no chilique de Bolsonaro e na queda de Bebianno espreita Flávio, o Zero Um! De novo?


Como se diz em Dois Córregos, a cada enxadada, uma minhoca.

Onde quer que se mexa no PSL, sente-se o cheiro de laranja. Para onde quer se olhe, vê-se a forma de laranja.

E, ora vejam, faltava uma personagem que não é estranho a esse universo de quitanda eleitoral. Sim, ele! Flávio Bolsonaro. Informa a Folha:

Dinheiro do fundo eleitoral entregue a candidatas do PSL no Rio de Janeiro beneficiou a empresa de uma ex-assessora de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e parentes de outra colaboradora do agora senador.

Uma das beneficiadas é a contadora Alessandra Ferreira de Oliveira, primeira-tesoureira do PSL-RJ, partido presidido pelo senador, filho do presidente Jair Bolsonaro.

Durante as eleições, a empresa dela (Ale Solução e Eventos) recebeu R$ 55,3 mil a partir de pagamentos de 42 candidatos do PSL no Rio. Desse total, R$ 26 mil tiveram como origem 33 candidatas que só receberam a verba do diretório nacional na reta final da eleição.

Outros beneficiados foram dois parentes de Valdenice de Oliveira Meliga, tesoureira do diretório estadual do PSL.

Na maioria dos casos, a verba repassada às pessoas ligadas ao gabinete de Flávio veio do diretório nacional da sigla.

No período em que cuidava das contas das candidatas, Alessandra estava lotada no gabinete da liderança do PSL na Alerj, à época exercida por Flávio. O cargo lhe garantiu um salário bruto de R$ 6.490,35 entre maio do ano passado e o último dia 12, quando foi exonerada.

De junho a outubro, quando faturou R$ 55,3 mil nas eleições, a contadora recebeu R$ 30 mil líquidos no cargo da Alerj.

Das 33 candidatas que contrataram Alessandra, 26 tiveram menos de 2.000 votos. Mais da metade dos R$ 2.857,14 enviados a essas candidatas pelo partido tiveram um mesmo destino: R$ 750 para a empresa da contadora e igual valor para um escritório de advocacia.

A empresa Ale Solução e Eventos, de Alessandra, contou inclusive com a candidatura-tampão de duas parentes de Valdenice. A irmã e a nora de Val, como a tesoureira é conhecida, registraram candidatura só em setembro, em substituição a duas mulheres que desistiram da disputa. Elas tiveram as candidaturas indeferidas, mas nem recorreram da decisão. No curto espaço de tempo, realizaram as transferências para a empresa indicada.
(…)

Voltei
Pois é, né? Por falar em Flávio, cadê Fabrício Queiroz, aquele senhor que movimentava a bolada milionária e estava lotado no gabinete do agora senador?

Como sabemos, os Bolsonaros — os Kennedys de certa elite brasileira — vieram para mudar os hábitos e costumes da política.

Pensem bem: o que tem de estranho no fato de que dinheiro de 42 candidatos do PSL, sendo 33 mulheres, tenham beneficiado a empresa da ex-assessora de Flávio e de que a grana tenha sido enviada só na resta final de campanha?

Nada!

Isso é muito normal, certo?

Ah, sim: quando ela cuidava da bufunfa, estava lotada no gabinete do Zero Um.

Igualmente, não há nada a estranhar.

Brasil acima de tudo. Deus acima do laranjal.

E, nesse caso, Flávio nem vai receber uns insultos do pai por intermédio do WhatsApp.

Ele já disse que estão perseguindo o “garoto”.


Reinaldo Azevedo
Jornalista e Comentarista da Rede TV News

Carluxo publica mensagem irônica no Twitter sobre suposta ordem do pai; não parece que esteja disposto a parar


Carlos Bolsonaro, o Carluxo, publicou uma mensagem em seu perfil no Twitter, referindo-se ao suposto silêncio a que o pai o teria obrigado, a conselho, inclusive, do generalato que compõe o governo. Escreveu:
“Papai mandou, eu obedeço c/ muito orgulho. Se os filhos respeitassem os pais nos dias de hj, certamente teríamos um país melhor!”

Tudo em maiúsculas.

Vê-se de cara ser um rapaz que não perde a chance de evidenciar seu conservadorismo, em defesa da família tradicional

O “papai mandou, eu faço” é obviamente uma ironia.

Depois ele avançou para o tom moralista-sentencioso — próprio a conservadores, vocês sabem — e saiu-se com uma tirada reflexiva, de caráter generalizante: filhos devem obedecer a seus pais, e ele obedece papai.

Vamos ver. No que se lê de ironia, parece haver o aceno de que ele não vai parar. Esse negócio de redes sociais vicia, mormente alguém com a sua agressividade. O “povo”, do outro lado, pede sempre mais e vai lhe apresentando alvos novos.

Assim, ainda que o pai tivesse mandado, não obedeceria, certo?

Mas façamos o oposto e tomemos as palavras pelo valor de face: então esteve e está sob ordens de Bolsonaro o tempo inteiro. O que diz e faz espelha a vontade do pai.

Aí as coisas pioram.

Há uma reforma da Previdência pela frente. Os três filhos deveriam simplesmente extinguir seus perfis das redes sociais.

Em benefício do pai

Reinaldo Azevedo
Jornalista e Comentarista da Rede TV News

Prefeitura de Felipe Guerra oferece aulas de hidroginástica para idosos


Praticar exercícios físicos regularmente ajuda na melhoria da saúde e na prevenção de inúmeros problemas. Um ótimo exercício para a terceira idade é a hidroginástica, pois melhora a capacidade aeróbica e cardiorrespiratória, além de promover resistência, força muscular e flexibilidade.

Para melhorar a vida dos idosos felipenses, a Prefeitura Municipal de Felipe Guerra, tem desenvolvido projetos voltados à inclusão e qualidade de vida dos idosos, através da Secretaria de Assistência Social, oferece aulas de hidroginástica gratuitas para mais de cinquenta idosos.

As aulas são realizadas de terça a sexta-feira, sob orientação dos profissionais Amanda Oliveira e Helano Guilherme, além desses a equipe da Hidroginástica é composta pelos Técnicos de Enfermagem Juliete Queiroz e Artur Vinicius; Orientadora Social do Idoso Erika Lizandra; Assistente Social Jaqueline Cardoso e o Fisioterapeuta Judas Tadeu. 

Segundo a profissional Amanda Oliveira, a hidroginástica para a terceira idade traz inúmeros benefícios para a saúde como: ajuda a enrijecer os músculos aumentando a força muscular, trabalha o equilíbrio corporal, ajuda a manter a densidade mineral óssea prevenindo a osteoporose, controla a pressão arterial, desintoxica as vias respiratórias, tem alto gasto calórico, melhora a autoestima e diminui a ansiedade. 

Já para a técnica de enfermagem Juliete Queiroz, os benefícios gerados pela prática da hidroginástica em idosos são muito significativos, “A hidroginástica é uma atividade física muito prazerosa, que proporciona bem estar, diversão e uma vida social mais ativa, já que a atividade é feita em grupo,” ressaltou Juliete.

Confira fotos:












Fotos: Noberto Andrade
Informações: Governo Municipal

19/02/2019

Prefeito e vice de Felipe Guerra encontram-se em Brasília na busca de recursos para o Município

Foto ilustrativa

Com o objetivo de buscar recursos para realizar investimentos que melhorem a qualidade de vida da população e a infraestrutura, O prefeito Haroldo Ferreira e seu vice Salomão Gomes encontram-se em Brasília, onde cumprirão agenda com os parlamentares Federais, objetivando a destinação de recursos para Felipe Guerra.

Nessa jornada estão inclusas visitas a Deputados Federais, Senadores e vários Ministérios do Governo de Jair Bolsonaro.

A busca de recursos tem sido uma constante marca do Governo de Haroldo Ferreira, haja vista, que suas idas a Brasília têm rendido inúmeros benefícios para o Município.

Segundo o Prefeito, com a queda de repasses e baixa arrecadação municipal, o contato com os parlamentares em Brasília é muito importante para garantir apoio e destinação de recursos, que ajudarão a desenvolver vários projetos do nosso município.

14/02/2019

Da séria "A Monarquia do Barulho"


ABERRAÇÃO 1: Bolsonaro e filho submetem um ministro de Estado a uma humilhação inédita na República. Será isso bom para o país? Não!

Gustavo Bebianno foi submetido à maior humilhação pública de que a Política tem notícia em muitos anos. Sim, mandatários já praticaram antes de deselegâncias. Lula, por exemplo, demitiu Cristovam Buarque, seu primeiro ministro da Educação, por telefone. Em tempos um pouco mais decorosos — inclusive no petismo —, ouviu-se um “Ohhh”. O presidente Jair Bolsonaro tratou Bebianno não como adversário, mas como inimigo. Na prática, este foi demitido, embora diga que não sai. O protagonismo assumido por Carlos — o filho do meio, o “Zero Dois”, o “pitbull” — é de uma truculência inédita, calculada e, em muitos aspectos, malsã. Porque põe numa situação difícil o próprio governo. O problema é que, como se viu, ele contou com anuência do pai, em quem parece exercer uma influência que chega a ser assustadora para padrões republicanos. Será que isso é bom para o país e para as reformas? Não.

ABERRAÇÃO 2: Bolsonaro retuíta a barbaridade escrita pelo filho, demoniza Bebianno e leva a crise para o Palácio do Planalto. É assombroso!

A história já é mais do que conhecida. Com os laranjas do PSL a se multiplicar, Bolsonaro resolveu arrumar um responsável, um bode expiatório. A deixou claro: é coisa de Gustavo Bebianno, a culpa é dele. E não se fez questão nenhuma de esconder a coisa da imprensa. Acuado, o ministro tentou a “Saída 17” do Manual de Sobrevivência Política. Disse que estava tudo bem, que não existia crise nenhuma e que já havia falado com o presidente três vezes. Ocorre que Carlos Bolsonaro (foto) havia gravado a resposta que o pai dera a seu ministro. Não podia conversar. Não queria papo. O Segundo Filho foi ao Twitter, desmentiu o ministro — desafeto desde a campanha — e ainda colocou no ar o áudio do pai. Sem a anuência deste? Viu-se que não. O pai retuitou o filho. E, com esse clique, demitia o seu ministro. Como a dispensa não foi formalizada, este afirmou que não sai. Bem, a pergunta é necessária, ainda que apenas retórica: caso Bebianno fique, que voz ativa terá? Quem vai querer falar com ele? Que garantia pode oferecer ao interlocutor de que fala com a anuência do presidente?

ABERRAÇÃO 3: Bolsonaro passa um recado ao mundo político: se preciso, alveja as lealdades, como fez com Bebianno. E ainda com humilhação

É claro que, ao tratar Gustavo Bebianno como pária, o cálculo de Bolsonaro é um só: evidenciar à opinião pública que ele não tem nada a ver com “isso daí”. Quem não se lembra de um vídeo de Lula, quando pululavam as evidências de malfeitos no escândalo apelidado de “mensalão”, a pedir desculpas à nação? Disse que não sabia de nada e que havia sido traído. Mas sem nominar culpados. Anunciou ainda que ninguém seria poupado. A investigação, com efeito, atingiu a cúpula do PT por obra do Ministério Público e da Polícia Federal. José Dirceu caiu logo depois. Mas o então presidente não entregou ninguém aos leões. Bolsonaro não é do tipo que pede desculpas, como revela o episódio das barbaridades que disse à petista Maria do Rosário. Age como se Bebianno não tivesse sido seu braço direito na campanha. Passa um recado a quem quiser ser seu aliado: “Neste governo, é preciso ter sangue Bolsonaro para ser poupado”. A política é um território afeito a traições, claro! Mas é preciso haver alguma lealde ao menos para atravessar o rio. Ou estamos na fábula do sapo que dá carona ao escorpião. É claro que o episódio fará muita gente pensar: quanto vale a fidelidade ao presidente? E, convenha, o agora ministro foi fidelíssimo. Do ponto de vista exclusivamente deles, não da lei, está sendo injustiçado. Mas reitero: espantam o modo, a exposição ao ridículo, a humilhação.

ABERRAÇÃO 4: Bolsonaro exigiu Bebianno no comando do PSL. E se for usado para o caso o “Método Lava Jato”, que levou Lula à cadeia?

E aqui cumpre destacar uma questão muito relevante, já bastante exótica à época. O então deputado Jair Bolsonaro anunciou a sua candidatura, mas não sabia por qual partido. Acabou migrando para o PSL de Luciano Bivar, então na presidência da legenda. Qual foi a exigência do candidato? O comando do partido, em caráter temporário, enquanto durasse a campanha, teria de ser passado a uma pessoa de sua estrita confiança, que falasse por ele. E foi assim que Gustavo Bebianno se transformou numa figura única na história das eleições: um presidente temporário de legenda. Analisando a questão, Sérgio Moro, o ministro da Justiça, seria levado a constatar que a interferência de Bolsonaro na assunção de Bebianno como chefe do partido foi muito mais direta do que a de Lula na nomeação dos diretores da Petrobras. Ora, ora… Sem a suposição — e isto está lá nas sentenças de Moro e de Gabriela Hardt, sua discípula — de que Lula tivera interferência direta na composição das diretorias da Petrobras, como ligar as falcatruas na empresa ao apartamento de Guarujá e ao sítio? Sim, todos os que lemos as duas sentenças — umas dez pessoas —, sabemos que a ligação entre os contratos e a suposta propina nunca foi estabelecida. Mas se assegura em ambas: Lula era o garantidor último da permanência daqueles diretores em seus respectivos cargos. E acabou recendo favores de empreiteiras. Logo… Não há dúvida de que Bolsonaro foi o promotor e o garantidor de Bebianno na chefia do PSL. Ora, o que quer que este tenha feito, convenham, o fez em benefício do agora presidente também. Vai que dê a louca em Bebianno, cansado de ser tratado como pária, e ele demonstre que parte dos desvios de recursos, supostamente gastos pelas laranjas, foi parar na campanha presidencial… E aí?

ABERRAÇÃO 5: Bolsonaro, letal com Bebianno, passa a mão na cabeça dos “garotos”, como chama os filhos, quando estes se complicam

Espanta ainda outra coisa: por enquanto, o que há contra Gustavo Bebianno são indícios muito fortes de que o PSL recorreu a laranjas na campanha. A investigação ainda está no começo. O presidente, no entanto, decidiu tritura-lo com desonra. Que diferença, não é?, quando quem está na berlinda é um dos filhos. O pai presidente os chama de “garotos” e passa a mão em sua cabeça. Fez isso quando Eduardo afirmou que um cabo e um soldado fechariam o Supremo sem nem precisar de jipe. E “garoto” foi também a palavra que empregou para se referir a Flávio, agora senador, nos escândalos da Alerj e das milícias.

ABERRAÇÃO 6: Mercado vê, por ora, a reforma da Previdência como algo que não depende da política. Erro. Desordem pode atrapalhar muito

Eles são todos da mesma turma. Que se entendam. Por enquanto, a reforma da Previdência é vista pelo mercado como algo que independe da política. É uma ilusão. Com essa inabilidade e com essa rapidez para esmagar mesmo os amigos, o trâmite da dita-cuja pode ter vida difícil. O tal mercado pode descobrir mais cedo do que seria desejável que a reforma é, sim, muito importante, mas panaceia não é. Há males que ela não cura. E a desordem no governo e no Congresso — e os celerados pretendem arrastar o Judiciário — é um deles.

Reinaldo Azevedo
Jornalista e Comentarista da Rede TV News

12/02/2019

Prefeito Haroldo Ferreira participou de solenidade de inauguração da nova biblioteca da Faculdade Diocesana em Mossoró


Na noite da última segunda-feira (11), a Faculdade Diocesana de Mossoró iniciou uma fase histórica muito importante na educação de nível superior do estado, onde aconteceu a inauguração da estrutura física da Biblioteca Dom Mariano Manzana.

Na oportunidade aconteceram dois momentos marcantes da instituição de ensino, que são: A inauguração da estrutura física da Biblioteca Dom Mariano Manzana e a mudança de identidade da instituição para “Faculdade Católica do Rio Grande do Norte”. 

Esteve prestigiando o evento, Haroldo Ferreira, Prefeito de Felipe Guerra, acompanhado da primeira-dama Girlene Ferreira, e do Vice-Prefeito Salomão Gomes.

O evento reuniu diversas autoridades religiosas e políticas, como a governadora do RN, Fátima Bezerra; Padre Sátiro Cavalcanti Dantas, diretor-fundador da instituição; Bispo Diocesano, Dom Mariano Manzana; Padre Charles Lamartine, diretor atual da Faculdade Católica; prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlinni; Ex ministro, senador da República, Garibaldi Alves; Deputado Estadual, Dr. Bernardo Amorim; Padre Demétrio de Freitas Júnior; Senadora do RN, Zenaide Maia; e demais convidados.

Prefeito Haroldo Ferreira, gozando de muito prestigio, concedeu entrevistas, conversou com varias autoridades religiosas e políticas, e como sempre aproveitou a oportunidade para cobrar dos políticos melhorias para Felipe Guerra.

A Biblioteca Dom Mariano Manzana funciona desde 2014 no Colégio Diocesano Santa Luzia e agora passa a ter o seu próprio espaço, em uma justa homenagem ao bispo da Diocese de Mossoró. O novo prédio tem 1.846 m² com estrutura construída em oito meses.

Confira fotos:























08/02/2019

Felipe Guerra/RN: Prefeito Haroldo Ferreira participa de reunião de trabalho com a equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social


O prefeito Haroldo Ferreira passou à tarde da ultima quinta-feira, 07, reunido com a equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social, no auditório do COMDICA.

Estiveram presentes na reunião a Primeira-Dama e Secretária Municipal de Saúde, Girlene Ferreira, e Ducivan Fernandes, Secretário Municipal de Esportes.

Foi uma reunião técnica, no sentido de valorização da equipe. O prefeito trouxe essa fala de comprometimento, de cobranças de resultados para população. Exaltou também os avanços alcançados no ano passado, como por exemplo, a organização dos conselhos, principalmente o do idoso e da criança e adolescente, que através destes consegui-se a aquisição de quase 900 mil reais para trabalhar programas de atendimento para idosos, crianças e adolescentes do município.

O prefeito aproveitou a reunião para tratar de assuntos diversos, dentre eles, cobrou mais empenho de toda a equipe, tratou do planejamento considerando o plano de governo assumido junto à população e o orçamento disponível. 

Foram trabalhadas também questões internas para funcionamento da Secretaria de Assistência Social, como por exemplo, o funcionamento integral em dois turnos, o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos que esse ano será executado em parceria com o Projeto Abelhar.

Na oportunidade foram apresentados os novos profissionais que irão ampliar os serviços, Naara Rebouças e também Jorgeanni Pinto, ambas psicólogas irão integrar juntamente com a Assistente Social Neucira Morais, o Programa Família Guardiã que atenderá crianças e adolescentes vítimas de violência intrafamiliar.

A reunião foi considerada bastante proveitosa e interativa. A Secretaria Municipal de Assistência tem uma agenda bastante pesada para 2019 e 2020, serão dois anos de muito trabalho para a população, que a satisfação dos munícipes vai coroar um trabalho muito bonito que a Secretaria de Assistência vem desempenhando na área Social, tão necessitada em Felipe Guerra. 

Confira mais fotos:












Curta nossa página

Leitores agora

Total de visitas

Mais lidas da semana