21/02/2019

Carluxo publica mensagem irônica no Twitter sobre suposta ordem do pai; não parece que esteja disposto a parar


Carlos Bolsonaro, o Carluxo, publicou uma mensagem em seu perfil no Twitter, referindo-se ao suposto silêncio a que o pai o teria obrigado, a conselho, inclusive, do generalato que compõe o governo. Escreveu:
“Papai mandou, eu obedeço c/ muito orgulho. Se os filhos respeitassem os pais nos dias de hj, certamente teríamos um país melhor!”

Tudo em maiúsculas.

Vê-se de cara ser um rapaz que não perde a chance de evidenciar seu conservadorismo, em defesa da família tradicional

O “papai mandou, eu faço” é obviamente uma ironia.

Depois ele avançou para o tom moralista-sentencioso — próprio a conservadores, vocês sabem — e saiu-se com uma tirada reflexiva, de caráter generalizante: filhos devem obedecer a seus pais, e ele obedece papai.

Vamos ver. No que se lê de ironia, parece haver o aceno de que ele não vai parar. Esse negócio de redes sociais vicia, mormente alguém com a sua agressividade. O “povo”, do outro lado, pede sempre mais e vai lhe apresentando alvos novos.

Assim, ainda que o pai tivesse mandado, não obedeceria, certo?

Mas façamos o oposto e tomemos as palavras pelo valor de face: então esteve e está sob ordens de Bolsonaro o tempo inteiro. O que diz e faz espelha a vontade do pai.

Aí as coisas pioram.

Há uma reforma da Previdência pela frente. Os três filhos deveriam simplesmente extinguir seus perfis das redes sociais.

Em benefício do pai

Reinaldo Azevedo
Jornalista e Comentarista da Rede TV News

0 comentários:

Postar um comentário

Curta nossa página

Leitores agora

Total de visitas

Mais lidas da semana